A Iniciação

Segundo Louis-Claude de Saint-Martin

"A única iniciação que eu prego e que busco com todo o ardor de minh'alma é aquela pela qual podemos entrar no coração de Deus e fazer entrar o coração de Deus em nós, para assim realizar o casamento indissolúvel, que nos torna o amigo, o irmão e a esposa do nosso divino Reparador. Não há outro mistério para chegar a esta santa iniciação, senão mergulharmos mais e mais até as profundezas do nosso ser e não esmorecer até que tenhamos alcançado a raiz viva e vivificante, e a partir de então todos os frutos que gerarmos segundo a nossa espécie, se produzirão em nós e fora de nós, como acontece com as nossas árvores terrestres, pois estão aderidos à sua raiz particular e constantemente lhes extraem os sucos".


(in Carta a Kirchberger - 19 de junho de 1797)